Detalhes da Notícia

Creche de Nipoã atende mais de 100 crianças


Unidade passou por reestruturação e melhorias após ficar por um período fechada

Com os atendimentos iniciados há pouco mais de um mês, a CEMEI – Centro Municipal de Ensino Infantil – “Espaço Cuidar e Educar” possui hoje 102 crianças de 0 a 5 anos que são atendidas, na maior parte delas, diariamente.

O dia-a-dia para as 15 funcionárias inicia cedo, às 6h as mães começam deixar seus filhos e vão para o trabalho. Durante o período em que a criança fica na CEMEI, recebe todo o cuidado necessário para um bom desenvolvimento.

Ao todo, para aquelas que ficam até o final da tarde, são oferecidos café da manhã, almoço, três lanches, além de mamadeiras nos intervalos da hora do sono. As crianças ainda desenvolvem atividades que estimulam o aprendizado como quebra-cabeças, desenhos, música, dança, além de brincar muito no parquinho.

Em relação ao ano anterior, muitas modificações foram feitas. “Esse ano contamos com sete salas, no passado tinham apenas quatro. Temos o berçário com berços, antes eram só colchões. Também foram construídas a secretaria e uma sala para nutricionista, além disso temos uniformes para as crianças”, afirma a primeira dama Cely Scalon.

“Procuramos também desenvolver um trabalho de observar as crianças e assim identificar algum problema para encaminharmos as mães”, destaca Cely. Que comemora as melhorias conquistadas após o período fechado. “Melhorou muito”, finaliza.

Relembre o caso

A Creche, antes denominada “Creche Tereza Stanzani” fechou as portas em 21 de dezembro de 2012 e no dia 22 de janeiro de 2013 a ex-primeira Dama, Dulce Guimarães, desocupou o prédio e entregou as chaves para a prefeitura municipal.

Na época Dulce explicou que tradicionalmente, quando muda o governo municipal a 1ª dama assume a entidade, “mas não foi o que aconteceu, o atual prefeito se negou a assumir a creche alegando dívidas da entidade”, explicou.

Já o atual prefeito Luciano Scalon, explicou que as crianças não ficariam desamparadas, “na verdade a creche que tinha pertencia a uma entidade, agora criamos outra, através da Lei Municipal nº 383 de 18 de janeiro de 2013, o Centro Municipal de Educação Infantil – CEMEI, Espaço Cuidar e Educar, que será gerenciada pela própria prefeitura. Não tinha como assumir mais esta dívida, que passa de meio milhão de reais, além dos encargos trabalhistas”, afirmou.

Após o período de desentendimento o que vale ressaltar é que hoje a CEMEI está funcionando corretamente e com todos os equipamentos novos, parte conseguida através de doação de empresas e parte comprada com recursos próprios.